fbpx

Blog

Posicionamento sobre as recentes ações da Prefeitura

Há três semanas, a população de Niterói vive um dilema diário. Não sabe se, no dia seguinte, poderá levar seu filho à escola, se o comércio estará aberto, se ainda terá um emprego ou se ao menos conseguirá entrar e sair de sua própria cidade. As recentes atitudes do prefeito Axel Grael no enfrentamento ao coronavírus têm deixado clara sua incapacidade de governar um município como Niterói, principalmente num momento tão difícil como o que estamos vivendo atualmente.

Não somos negacionistas. Longe disso! Somos a favor da vida, acreditamos na ciência e sonhamos com todos vacinados no menor tempo possível. Sabemos o que é a dor de perder pessoas queridas e nos solidarizamos com as famílias dos quase 1000 niteroienses vitimados por essa terrível doença. No entanto, não podemos nos calar diante de tamanha falta de comando, liderança e diálogo do prefeito Axel Grael. 

Quando a pandemia da Covid-19 começou, desconhecíamos o que estávamos, realmente, enfrentando, e não sabíamos o que viria pela frente. Hoje, pouco mais de um ano depois, já temos conhecimento suficiente para embasar decisões que devem ser tomadas. E equilíbrio é o que falta para o prefeito Axel Grael em suas decisões. Sua incapacidade de governar com equilíbrio e sensatez têm levado à extrema insegurança e instabilidade de toda população.

No final de março, foi anunciado um alinhamento de medidas com cidades vizinhas. Só durou dez dias. Enquanto em alguns municípios entende-se que é preciso flexibilizar e fazer com que a economia respire, Niterói adota restrições diferentes e as endurece cada vez mais. Enquanto o vizinho entende que educação é essencial e fundamental, Niterói segue com as escolas fechadas. Assim como as academias que são importantes para manutenção da saúde. Saúde esta que tanto temos buscado no último ano.

Chegamos ao ponto, em Niterói, de não poder comprar o que quisermos nos supermercados. É o prefeito quem diz o que podemos ou não comprar. A prefeitura instalou barreiras sanitárias. Mais uma vez, uma ação sem qualquer efeito prático que, na verdade, só funciona a tempo de ser mostrada nos telejornais. Diversos são os relatos de moradores que têm frequentado cidades vizinhas para fazer lá o que não pode ser feito em Niterói.

Há 100 dias à frente da Prefeitura de Niterói, Axel só deixa claro aquilo que já sabíamos: faltam liderança, autoridade e capacidade de diálogo. Dialogar com os setores econômicos é mais do que necessário para sairmos desta crise já instalada em nossa cidade. Não basta conversar com aliados e puxa-sacos, é importante estar aberto e atento a opiniões divergentes também. E a prefeitura tem que trabalhar com transparência e apresentar os verdadeiros números da pandemia na cidade e buscar, de forma equilibrada, ações que garantam a preservação da vida, da saúde e da economia.

Felipe Peixoto e Bruno Lessa

Felipe Peixoto

Durante seus mandatos, Felipe aprovou mais de 100 leis e presidiu importantes Comissões, como a do Foro e Laudêmio e a da Linha 3 do Metrô. Como Secretário de Estado, Felipe foi responsável por inúmeras realizações e projetos que beneficiaram todas as regiões do RJ. 

 Leia mais sobre Felipe

Share on facebook
Facebook
Share on linkedin
LinkedIn
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

Uma resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

seis + dez =

  • Palavra-Chave

  • Tipo

  • Tema

  • Ano

  • Cargo