Lendo a matéria de ontem, 10/09, do Jornal  O Globo, fiquei animado com a confirmação de que o sistema de bicicletas compartilhadas será implantado em Niterói.

Como muitos já sabem, sempre fui um defensor da bicicleta. Quando vereador criei o Estatuto da Bicicleta, lei aprovada já há oito anos. Uma lei que estimula o uso da bicicleta como veículo de transporte, incluindo os modelos elétricos. Contempla a ampliação da malha cicloviária na cidade com sinalização vertical e horizontal, pontos de estacionamento de bicicletas e a implementação do serviço de aluguel de bicicletas públicas. Serviços esses, que finalmente, a atual gestão resolveu implementar na cidade no ano que vem.

Segundo a matéria, o serviço será implantado em 2020, o aluguel diário custará R$ 8 e será feito através de aplicativo de celular. O edital prevê 1.600 bicicletas em 160 estações. Nós aguardamos ansiosos por essa implementação, que mesmo que com atraso de quase uma década, não poderia deixar de parabenizar pela iniciativa.

Afinal, tenho muito orgulho de ser o autor dessa lei, que protagonizou um movimento pioneiro de mobilidade urbana mais sustentável na cidade.  Isso só mostra o quanto sempre estivemos no caminho certo! O quanto nossas propostas sempre foram inovadoras e atentas ao bem estar e a melhoria da qualidade de vida dos cidadãos de Niterói.

Deixe uma resposta

dois × 5 =

Fechar Menu