Blog

Museu Antônio Parreiras merece um olhar especial

Há cerca de duas semanas li na coluna do Ancelmo Gois, a resposta da secretaria estadual de Cultura e Economia Criativa do Rio de Janeiro (Secec) sobre uma nota, onde o colunista faz uma provocação bastante pertinente, ao secretário da pasta, sobre o término das obras do Museu Antônio Parreiras (MAP), no Ingá, em Niterói, que foi fechado em 2012 para obras de recuperação e por conta de assuntos burocráticos não tiveram andamento.

Segundo a Sesec, ajustes e questões do convênio com a Secretaria Especial da Cultura/Ministério da Cidadania já estão finalizados, dependendo de um termo aditivo ser assinado e publicado para a liberação das verbas. Após essa liberação, as obras poderão ser retomadas.

Em dezembro de 2014 estive visitando o Museu com a diretora Kátia de Marco. Já na chegada fiquei admirado com a riqueza do jardim. Na ocasião, ela me apresentou o atelier com o acervo belíssimo e muito bem cuidado pela equipe do MAP, quando também em nossa conversa, me apontou as necessidades de restauração no local.

O MAP é coisa nossa!

É preciso um olhar especial para o Museu Antônio Parreiras e a memória do artista. O MAP foi inaugurado em 1942 e foi sede da residência do pintor. Além disso, foi o primeiro museu de arte do Estado do Rio de Janeiro dedicado à memória de um artista.

Antônio Parreiras que é gente nossa! Nasceu e construiu sua vida em Niterói. Por isso, sua história e sua família merecem esse cuidado.

O Museu Antônio Parreiras, além de ser relevante na preservação dos valores culturais da cidade, também é importante no processo de expressão, criatividade e transformação da educação de todo ser humano.

Felipe Peixoto

Durante seus mandatos, Felipe aprovou mais de 100 leis e presidiu importantes Comissões, como a do Foro e Laudêmio e a da Linha 3 do Metrô. Como Secretário de Estado, Felipe foi responsável por inúmeras realizações e projetos que beneficiaram todas as regiões do RJ. 

 Leia mais sobre Felipe

Share on facebook
Facebook
Share on linkedin
LinkedIn
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

5 × 3 =

  • Palavra-Chave

  • Tipo

  • Tema

  • Ano

  • Cargo

TALVEZ VOCÊ GOSTE TAMBÉM