Mercado São Pedro é destaque no Globo Niterói

O Mercado São Pedro, criado em meados do século XIX e tombado como Patrimônio Imaterial do Rio de Janeiro, foi destaque no Globo Niterói do último sábado, dia 8. Funcionando desde 1971 na Ponta d’Areia, chega a receber até três mil visitantes por semana. E quem tem o hábito de frequentar o Mercado São Pedro sabe que vai encontrar peixes e frutos do mar fresquinhos, de qualidade.

O Mercado São Pedro inicialmente funcionava na Rua Visconde do Rio Branco, que na época era chamada de Rua da Praia. Sua estrutura era toda feita em madeira e as suas dependências iam mar adentro sobre um cais flutuante.

Com o início do aterramento da orla do Centro de Niterói, no começo da década de 1970, o prédio foi então desativado e mudou-se para o atual endereço, onde hoje conta com 40 boxes, oito bares e restaurantes e uma loja de material de pesca, além de salas e escritórios. Diariamente, chega a ser comercializada uma média de 12 a 15 toneladas de pescado.

Sempre tive um carinho especial pelo Mercado São Pedro. E pude estreitar essa relação enquanto estive à frente da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Regional, Abastecimento e Pesca (Sedrap), desenvolvendo projetos e programas voltados para a melhoria da qualidade de vida e trabalho dos nossos pescadores. E sempre que posso dou uma passada por lá.

Deixe uma resposta

20 − dez =

Fechar Menu