Até onde vai a Liberdade da Imprensa?

Recentemente pudemos acompanhar o episódio envolvendo o ministro do STF, Alexandre Moraes, que decidiu censurar a Revista “Crusoé” por conta da capa da edição intitulada “O amigo do amigo de meu pai” e ordenou que a polícia federal intimasse os responsáveis pela publicação da matéria, alegando abuso no conteúdo da matéria veiculada. O que você achou dessa atitude?

Imprensa e Democracia

Eu acredito que censura prévia não condiz com tempos democráticos. A liberdade de imprensa é uma conquista da sociedade democrática. Em tempos de internet, redes sociais, volume e velocidade das informações muito maior, é fundamental a checagem das informações, para combatermos as famosas fake News. Creio que o jornalismo sério nunca foi tão importante para legitimar nossa democracia.

Relembrando a história – Nos anos 60, durante o período da Ditadura Militar, a liberdade de imprensa no Brasil era cerceada de forma oficial. Após o AI-5, em 1968, se instaura a censura prévia à imprensa. Censores enviados pelo governo passavam a habitar redações de jornais do país, e determinavam o que poderia ou não ser publicado. A censura prévia no Brasil só chegou ao fim em 1978, com o fim do AI-5.

TALVEZ VOCÊ GOSTE TAMBÉM

Deixe uma resposta

três × dois =

Fechar Menu