Felipe Peixoto defende incentivos ao turismo, à pesca e à aquicultura para a sustentabilidade e a ampliação de emprego e renda

 

A região administrativa das Baixadas Litorâneas, mais conhecida como Região dos Lagos, tem sido destino frequente na agenda do candidato a deputado estadual Felipe Peixoto (PSD). Ele já passou por Araruama, Búzios, Cabo Frio e Arraial do Cabo apresentando suas propostas e ouvindo demandas da população. Nos compromissos de campanha, Felipe – que em 30 anos de política e traz na bagagem três mandatos de vereador em Niterói e um de deputado estadual no Rio de Janeiro – relembrou algumas de suas realizações à frente das secretarias estaduais de Desenvolvimento Regional, Abastecimento e Pesca (Sedrap) e de Saúde.

 

Uma das propostas de Felipe para a região é continuar na busca por mais incentivos ao setor da pesca e aquicultura (produção de peixes e outros animais aquáticos) para a geração de emprego e renda. Felipe defende também a urgência de um Plano Estadual de Recuperação de Rodovias, o estímulo ao turismo, o fortalecimento da agricultura familiar e o apoio à produção de alimentos orgânicos.

 

– A Região dos Lagos é um destino muito procurado por conta de suas praias, lagoas e outras belezas naturais. O investimento em estruturas de turismo para atender a essa demanda é fundamental, não só para gerar emprego e renda, fomentando a economia, como para a preservação ambiental desses recantos – alertou.

 

Entre suas principais realizações na região estão auxílios a pequenos produtores rurais e a pescadores, possíveis com a recuperação da Fundação Instituto de Pesca do Estado do Rio de Janeiro (Fiperj); a doação de 15 veículos para o combate ao Aedes aegypti e de cerca de R$ 2 milhões em medicamentos e materiais hospitalares, além do envio de unidades móveis para a realização de exames de imagem nos municípios.

 

Mais conquistas – Pela Sedrap, Felipe inaugurou um escritório regional da Fiperj em Cabo Frio, ampliando o atendimento a pescadores e aquicultores de toda a região. Ele implantou o Programa Estadual de Saúde do Pescador, que conta com palestras sobre saúde e segurança, distribuição de kits com protetor solar e convênio com as prefeituras para a implementação da ação em nível municipal, proporcionando atendimento médico em horário diferenciado a profissionais da área. O projeto piloto foi lançado em 2013 em Rio das Ostras, chegando a São João da Barra em 2014.

 

Felipe também encaminhou recursos pelo Programa Estadual Somando Forças para a aquisição de um automóvel tipo hatch, uma lancha com motor popa e equipamentos para beneficiamento de pescado para dar suporte aos municípios da região. Bem antes, ainda como vereador em Niterói, ele realizou estudos e ações que culminaram na suspensão da cobrança do foro e laudêmio em todo o litoral fluminense. Como secretário estadual de Saúde, ele lançou o Programa Estadual Amigo do Idoso no Hospital Estadual Roberto Chabo, em Araruama, servindo de modelo também para Rio das Ostras.

 

Outras propostas – Para o estado como todo, o candidato tem como prioridades as áreas de segurança, educação e saúde. Tem como propostas a elaboração de um projeto de policiamento comunitário e de políticas voltadas para os jovens associadas à educação, ao esporte e ao emprego.

 

– A violência é a maior chaga que afeta o Rio de Janeiro atualmente. Na Alerj, vou defender uma polícia mais qualificada e equipada, com investimentos em inteligência e tecnologia, e combate à corrupção policial. Mas não adianta só investir no policiamento, o país não vai mudar se não investirmos em educação pública. Essa sempre foi uma das minhas principais bandeiras. É preciso ampliar o tempo integral nas escolas e o ensino profissionalizante, para dar oportunidade aos jovens – destacou o candidato.

 

Já para a saúde, assim como fez na secretaria que comandou criando uma corregedoria independente para investigar irregularidades, Felipe tem como proposta a exigência de mais transparência no sistema de regulação da saúde e a expansão da saúde básica para as comunidades. Também integram o seu programa a criação de um plano estadual de habitação e a cobrança por maior transparência nos serviços públicos de transporte estadual, com fiscalização efetiva e foco no usuário.

Deixe uma resposta

quatro − dois =

Fechar Menu