fbpx

PASSAPORTE EQUESTRE CONJUGA AGILIDADE E SEGURANÇA

O Instituído por meio da Lei 9475/21, a partir do projeto de lei 3980/2021, de autoria de Felipe Peixoto, o Passaporte Equestre vem simplificando o transporte de animais no Estado do Rio, e contribuindo para ampliar a fiscalização e vigilância epidemiológica pelos órgãos competentes.

A Lei, sancionada pelo deputado André Ceciliano, presidente da Alerj, garante o livre trânsito de equinos, asininos e muares no território do estado. O passaporte, com validade de um ano, é emitido para a participação dos animais em cavalgadas, desfiles, treinamentos, competições e até para o turismo, policiamento ou auxílio terapêutico.

O documento é individual, e precisa contar todas as informações relativas ao animal. Dados como sua identificação – pelagem, tipo, raça -, fotos, procedência, nome do proprietário, e exames e atestados clínicos exigidos pelas legislações estadual e federal.

A criação da lei é de especial importância quando se tem em mente que o trânsito de animais é um dos principais disseminadores de doenças infectocontagiosas. Felipe Peixoto considera fundamental a criação de meios para incentivar o cadastramento dos animais, como o Passaporte Equestre.

Para ler a lei na íntegra, clique aqui!

Felipe Peixoto

Durante seus mandatos, Felipe aprovou mais de 100 leis e presidiu importantes Comissões, como a do Foro e Laudêmio e a da Linha 3 do Metrô. Como Secretário de Estado, Felipe foi responsável por inúmeras realizações e projetos que beneficiaram todas as regiões do RJ. 

 Leia mais sobre Felipe

Share on facebook
Facebook
Share on linkedin
LinkedIn
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • Palavra-Chave

  • Tipo

  • Tema

  • Ano

  • Cargo

TALVEZ VOCÊ GOSTE TAMBÉM