Interessados devem enviar currículo até terça, 1º de abril

A Fundação Instituto de Pesca do Estado do Rio de Janeiro (Fiperj) está selecionando profissionais para a equipe que irá executar o Projeto de Caracterização Socioeconômica da Pesca e da Aquicultura (PCSPA), de levantamentos de dados para atender quesitos do Ibama referentes a atividades de produção e escoamento de petróleo e gás natural do Polo Pré-Sal da Bacia de Santos. São 18 vagas para entrevistador (nível superior) e quatro para digitador (nível médio), e os currículos devem ser enviados até a próxima terça-feira, 1º de abril, para davialcantara@yahoo.com.br.

 Os interessados na vaga de entrevistador devem ter nível superior em biologia, oceanografia, engenharia de pesca, engenharia cartográfica, geografia, assistente social e afins, sendo indispensável Carteira de Habilitação-B (para carro) e conhecimento do pacote Office e, preferencialmente, vivência em comunidades pesqueira e/ou aquícola marinha. Já os digitadores devem ter nível médio, mais de 18 anos e também domínio do pacote Office.

 O projeto – Sob coordenação geral da Fundação de Desenvolvimento da Pesquisa do Agronegócio (Fundepag), contratada pela Petrobras, o programa será realizado no Rio de Janeiro e ainda nos estados de Santa Catarina, São Paulo e Paraná, devendo reunir em 12 meses informações técnicas e científicas para ajudar no desenvolvimento de políticas públicas para os produtores dessas regiões. No Estado do Rio, o processo é coordenado pela Fiperj, órgão vinculado à Secretaria de Estado de Desenvolvimento Regional Abastecimento e Pesca (Sedrap). Já apresentado em cidades da Costa Verde, Baixadas Litorâneas (Região dos Lagos) e Baixada Fluminense, o PCSPA vai considerar dados socioeconômicos, de infraestrutura, embarcações e empreendimentos aquícolas, entre outros das atividades de pesca (pescadores profissionais industriais e artesanais) e aquicultura (maricultura).

 Atuação – No Estado do Rio, cada região abrangida pela Bacia de Santos terá um digitador, com os entrevistadores divididos por grupos. Serão quatro na Costa Verde (Itaguaí, Mangaratiba, Angra dos Reis e Paraty); dez na Região Metropolitana (Rio de Janeiro, Duque de Caxias, Magé, Guapimirim, Itaboraí, São Gonçalo, Niterói e Maricá); e quatro na região das Baixadas Litorâneas (Saquarema, Araruama, Iguaba Grande, São Pedro da Aldeia, Arraial do Cabo, Cabo Frio e Armação dos Búzios), trabalhando em uma ou mais das cidades citadas.  

Ascom Secretaria de Estado de Desenvolvimento Regional 

TALVEZ VOCÊ GOSTE TAMBÉM

Deixe uma resposta

sete − 5 =

Fechar Menu