Expansão será concluída na próxima segunda, 31, com implantação do programa no mercado de Friburgo

O Governo do Estado inaugurou na última sexta-feira, 21, mais duas unidades do Banco de Alimentos da Ceasa-RJ no interior do estado. O programa contra o desperdício e de combate à fome chegou aos mercados produtores do Noroeste e do Norte Fluminense (respectivamente, nos municípios de Itaocara e São José de Ubá), que juntos vão atender a 16 municípios. Operando como central de arrecadação, processamento e distribuição de alimentos sem condições ideais de comercialização, mas em perfeita condição para o consumo, o Banco de Alimentos da Ceasa-RJ já beneficia 30 mil pessoas de mais de 150 instituições em todo o estado.

 Lançado em 2011 no Mercado de Irajá, na Zona Oeste do Rio, o programa é resultado de convênio com o Ministério de Desenvolvimento Social e Combate à Fome (MDS) com a Secretaria de Estado de Desenvolvimento Regional, Abastecimento e Pesca (Sedrap), que tem a Ceasa em sua estrutura. Para facilitar os assistidos e abrir frentes a produtores, o Banco de Alimentos passa este ano por expansão, e além dos mercados de Itaocara e São José de Ubá, já funciona nos mercados de São Gonçalo (Colubandê) e do Médio Paraíba (em Paty do Alferes, que atende ainda municípios do Centro-Sul). A expansão termina no próximo dia 31, quando o programa chegará ao mercado de , em Nova Friburgo, na Região Serrana.

Os eventos de inauguração do Banco de Alimentos de Itaocara e de São José de Ubá contaram com a participação do secretário de Estado de Desenvolvimento Regional, Abastecimento e Pesca, Felipe Peixoto; do presidente da Ceasa-RJ, Sergio Marcolini; e demais autoridades dos municípios beneficiados. Na ocasião, Felipe destacou o papel da Central de Abastecimento em atender o produtor rural dessas cidades. 

– A Ceasa atua como um centro de atenção ao produtor, proporcionando um ambiente de troca e interação. E o Banco de Alimentos será um ótimo facilitador para instituições que poderão se cadastrar e receber produtos. Vamos impulsionar a agricultura familiar e contribuir para o combate à fome no interior do estado.

Itaocara – O Banco de Alimentos de Itaocara vai atender também instituições de São Fidélis, Cambuci, São Sebastião do Alto, Aperibé, Macuco e Cardoso Moreira. Entre os beneficiados pelo projeto em Itaocara está a Pestalozzi, que assiste diariamente a cerca 150 pessoas e foi representada no evento pela coordenadora Cecília Erthal.

– Nossa instituição já captava alimentos com os produtores, mas era uma coisa incerta em relação à qualidade e quantidade. Agora vamos receber em dias certos as bolsas com alimentos de qualidade, que muito vão contribuir para um melhor atendimento às famílias. Até porque muitas delas passam o dia na Pestalozzi, onde fazem as principais refeições.

 O prefeito de Itaocara, Gelsimar Gonzaga, destacou que a chegada do projeto ao município reafirma o compromisso do Governo do Estado com a agricultura.

– A Ceasa é um órgão de extrema importância para o desenvolvimento não apenas do município de Itaocara, mas de toda a região. Temos um compromisso com os produtores, e o Banco de Alimentos veio para somar, recebendo por isso todo o nosso apoio.

São José de Ubá – O Banco de Alimentos de Ubá atenderá aos municípios de Laje do Muriaé, Porciúncula, Varre-Sai, Santo Antônio de Pádua, Miracema, Natividade, Bom Jesus do Itabapoana e Itaperuna. Já foram cadastradas para começar a receber os alimentos as Associações de Pais e Amigos dos Excepcionais (Apae) de Aperibé, São José de Ubá e Laje do Muriaé; e a Associação de Pais e Amigos de Pessoas Especiais (Apesp), de Cardoso Moreira. Entre as instituições assistidas está o Lar Bezerra de Menezes, de Itaperuna, coordenado por Larissa Motta, que falou dos benefícios do programa.

– Funcionamos em regime de creche e temos cerca de 150 crianças de 1 a 12 anos. Esses alimentos vão contribuir de maneira significativa para a melhoria das refeições que servimos para esse público em fase de desenvolvimento. Já chegamos ir ao Banco de Irajá algumas vezes, mas a distância dificultou. Ter esse projeto aqui do nosso lado é a realização de um sonho – disse Larissa.

O prefeito de São José de Ubá, Gean Marcos, registrou a satisfação de receber o projeto na cidade. “A agricultura é o que fomenta nossa economia. Então, o que não vai faltar são alimentos para abastecer esse projeto. Isso é bom para os produtores que terão garantia da venda dos seus produtos, e para as instituições que serão atendidas.

Como se cadastrar – As instituições interessadas em se cadastrar devem encaminhar ofício à Presidência da Ceasa-RJ, com cópia do CNPJ; ata de criação da instituição com os dirigentes; relatório das atividades desenvolvidas com público beneficiado, número de assistidos e faixa etária; comprovante de endereço; RG e CPF do presidente e outro responsável pela instituição; alvará de funcionamento; e certificado de inscrição em Conselho de Direito (Conselho Municipal, Estadual ou Nacional de Assistência Social, Criança e Adolescente, Idoso ou outro condizente com a atividade). Mais informações pelo telefone 2333-8228. 

Ascom Secretaria de Estado de Desenvolvimento Regional

TALVEZ VOCÊ GOSTE TAMBÉM

Deixe uma resposta

3 × 2 =

Fechar Menu