fbpx

Banco de Alimentos da Ceasa-RJ chega ao Norte e ao Noroeste

Expansão será concluída na próxima segunda, 31, com implantação do programa no mercado de Friburgo

O Governo do Estado inaugurou na última sexta-feira, 21, mais duas unidades do Banco de Alimentos da Ceasa-RJ no interior do estado. O programa contra o desperdício e de combate à fome chegou aos mercados produtores do Noroeste e do Norte Fluminense (respectivamente, nos municípios de Itaocara e São José de Ubá), que juntos vão atender a 16 municípios. Operando como central de arrecadação, processamento e distribuição de alimentos sem condições ideais de comercialização, mas em perfeita condição para o consumo, o Banco de Alimentos da Ceasa-RJ já beneficia 30 mil pessoas de mais de 150 instituições em todo o estado.

 Lançado em 2011 no Mercado de Irajá, na Zona Oeste do Rio, o programa é resultado de convênio com o Ministério de Desenvolvimento Social e Combate à Fome (MDS) com a Secretaria de Estado de Desenvolvimento Regional, Abastecimento e Pesca (Sedrap), que tem a Ceasa em sua estrutura. Para facilitar os assistidos e abrir frentes a produtores, o Banco de Alimentos passa este ano por expansão, e além dos mercados de Itaocara e São José de Ubá, já funciona nos mercados de São Gonçalo (Colubandê) e do Médio Paraíba (em Paty do Alferes, que atende ainda municípios do Centro-Sul). A expansão termina no próximo dia 31, quando o programa chegará ao mercado de , em Nova Friburgo, na Região Serrana.

Os eventos de inauguração do Banco de Alimentos de Itaocara e de São José de Ubá contaram com a participação do secretário de Estado de Desenvolvimento Regional, Abastecimento e Pesca, Felipe Peixoto; do presidente da Ceasa-RJ, Sergio Marcolini; e demais autoridades dos municípios beneficiados. Na ocasião, Felipe destacou o papel da Central de Abastecimento em atender o produtor rural dessas cidades. 

– A Ceasa atua como um centro de atenção ao produtor, proporcionando um ambiente de troca e interação. E o Banco de Alimentos será um ótimo facilitador para instituições que poderão se cadastrar e receber produtos. Vamos impulsionar a agricultura familiar e contribuir para o combate à fome no interior do estado.

Itaocara – O Banco de Alimentos de Itaocara vai atender também instituições de São Fidélis, Cambuci, São Sebastião do Alto, Aperibé, Macuco e Cardoso Moreira. Entre os beneficiados pelo projeto em Itaocara está a Pestalozzi, que assiste diariamente a cerca 150 pessoas e foi representada no evento pela coordenadora Cecília Erthal.

– Nossa instituição já captava alimentos com os produtores, mas era uma coisa incerta em relação à qualidade e quantidade. Agora vamos receber em dias certos as bolsas com alimentos de qualidade, que muito vão contribuir para um melhor atendimento às famílias. Até porque muitas delas passam o dia na Pestalozzi, onde fazem as principais refeições.

 O prefeito de Itaocara, Gelsimar Gonzaga, destacou que a chegada do projeto ao município reafirma o compromisso do Governo do Estado com a agricultura.

– A Ceasa é um órgão de extrema importância para o desenvolvimento não apenas do município de Itaocara, mas de toda a região. Temos um compromisso com os produtores, e o Banco de Alimentos veio para somar, recebendo por isso todo o nosso apoio.

São José de Ubá – O Banco de Alimentos de Ubá atenderá aos municípios de Laje do Muriaé, Porciúncula, Varre-Sai, Santo Antônio de Pádua, Miracema, Natividade, Bom Jesus do Itabapoana e Itaperuna. Já foram cadastradas para começar a receber os alimentos as Associações de Pais e Amigos dos Excepcionais (Apae) de Aperibé, São José de Ubá e Laje do Muriaé; e a Associação de Pais e Amigos de Pessoas Especiais (Apesp), de Cardoso Moreira. Entre as instituições assistidas está o Lar Bezerra de Menezes, de Itaperuna, coordenado por Larissa Motta, que falou dos benefícios do programa.

– Funcionamos em regime de creche e temos cerca de 150 crianças de 1 a 12 anos. Esses alimentos vão contribuir de maneira significativa para a melhoria das refeições que servimos para esse público em fase de desenvolvimento. Já chegamos ir ao Banco de Irajá algumas vezes, mas a distância dificultou. Ter esse projeto aqui do nosso lado é a realização de um sonho – disse Larissa.

O prefeito de São José de Ubá, Gean Marcos, registrou a satisfação de receber o projeto na cidade. “A agricultura é o que fomenta nossa economia. Então, o que não vai faltar são alimentos para abastecer esse projeto. Isso é bom para os produtores que terão garantia da venda dos seus produtos, e para as instituições que serão atendidas.

Como se cadastrar – As instituições interessadas em se cadastrar devem encaminhar ofício à Presidência da Ceasa-RJ, com cópia do CNPJ; ata de criação da instituição com os dirigentes; relatório das atividades desenvolvidas com público beneficiado, número de assistidos e faixa etária; comprovante de endereço; RG e CPF do presidente e outro responsável pela instituição; alvará de funcionamento; e certificado de inscrição em Conselho de Direito (Conselho Municipal, Estadual ou Nacional de Assistência Social, Criança e Adolescente, Idoso ou outro condizente com a atividade). Mais informações pelo telefone 2333-8228. 

Ascom Secretaria de Estado de Desenvolvimento Regional

Felipe Peixoto

Durante seus mandatos, Felipe aprovou mais de 100 leis e presidiu importantes Comissões, como a do Foro e Laudêmio e a da Linha 3 do Metrô. Como Secretário de Estado, Felipe foi responsável por inúmeras realizações e projetos que beneficiaram todas as regiões do RJ. 

 Leia mais sobre Felipe

Share on facebook
Facebook
Share on linkedin
LinkedIn
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • Palavra-Chave

  • Tipo

  • Tema

  • Ano

  • Cargo

TALVEZ VOCÊ GOSTE TAMBÉM