fbpx

Paty do Alferes já tem Banco de Alimentos da Ceasa-RJ

Terceira do programa, unidade vai comtemplar 19 instituições do Médio Paraíba e Centro-Sul

 O Mercado Produtor do Médio Paraíba, na localidade de Arcozelo, em Paty do Alferes, já conta com o Banco de Alimentos da Ceasa-RJ. Inaugurada na última sexta-feira, dia 21, a unidade – que vai contemplar 19 municípios do Centro-Sul Fluminense – é a terceira do programa implantado pelo Governo do Estado em 2011 e que hoje beneficia mais de 20 mil pessoas de quase 200 instituições no Estado do Rio. Até o fim de março, o Banco de Alimentos chegará aos outros três mercados da Ceasa (São José de Ubá, Itaocara e Nova Friburgo), e ainda em Macaé, fruto de parceria com a Prefeitura.

 A unidade de Paty do Alferes foi inaugurada pelo secretário de Estado de Desenvolvimento Regional, Abastecimento e Pesca, Felipe Peixoto, em evento que contou, entre outras autoridades, com o prefeito de Paty, Rachid Êlmor, além do presidente da Ceasa, Sergio Marcolini, e do presidente da Fundação Instituto de Pesca do Estado do Rio de Janeiro (Fiperj), José Bonifácio, órgãos pertencentes à estrutura da Secretaria. Na ocasião, Felipe entregou o novo espaço da Gerência do Mercado do Médio Paraíba, conhecida como Casa do Produtor. Depois, seguiu para o município vizinho de Miguel Pereira, onde implantou mais um Escritório Regional da Fiperj. 

 Nova Gerência – O secretário Felipe Peixoto destacou a importância da Casa do Produtor, agora mais próxima aos produtores. “Diante das mudanças da prática de comercialização, é preciso nos adequarmos e mudar também os mecanismos de organização que interferem no funcionamento do mercado. Por isso buscamos este novo modelo, onde o produtor tem contato direto com a Gerência e possa ter acesso a informações como cotações dos produtos”, explicou o secretário Felipe Peixoto

 Banco de Alimentos – A nova unidade do Banco de Alimentos faz parte do processo de expansão do programa, que começou há três anos no Mercado Produtor de Irajá, na Zona Oeste do Rio de Janeiro, como frente especial do Governo do Estado contra o desperdício e combate à fome. O projeto – que opera como central de arrecadação, processamento e distribuição de alimentos sem condições ideais de comercialização, mas em perfeita condição para o consumo – funciona desde janeiro no Mercado de Colubandê, em São Gonçalo. O presidente da Cesas destacou o papel da Central em atender ao produtor rural de cidades como Paty do Alferes. “A Ceasa atua como um centro de atenção ao produtor, proporcionando um ambiente de troca e interação. O Banco de Alimentos será um ótimo facilitador nesse processo”, disse Sergio Marcolini.

 Beneficiados – A nova unidade foi inaugurada já com cinco instituições cadastradas, entre elas o Hospital Santo Antônio de Estiva, em Miguel Pereira, que atende também o município de Paty do Alferes. Camila Ramos, gestora do hospital, destacou que as doações vão proporcionar um atendimento com mais qualidade aos 300 internos e cerca de 5 mil pacientes que recebem por mês. “Somos uma instituição filantrópica, e as doações são de extrema importância para nosso funcionamento”. Outra instituição já cadastrada no Médio Paraíba é a Pingo de Mãe, que atende mensalmente 30 famílias com doações de alimentos e roupas. Representando a instituição estava Sônia Regina de Carvalho, que comemorou a chegada do projeto na cidade. “Com os alimentos que iremos receber do Banco de Alimentos, vamos poder até analisar a possibilidade de aumentarmos o número de famílias atendidas”.

 Ansiosos com a expansão do Banco de Alimentos estão os cerca de 800 agricultores já cadastrados no novo Programa de Aquisição de Alimentos (o PAA). Planejado para abastecer os referidos bancos com a produção local, o PAA trará segurança no escoamento aliada a um preço justo, como enfatizou o produtor orgânico Celso Rodrigues dos Santos, há 20 anos no ramo.  “Sempre trabalhei com orgânico, mas nunca tive um ponto fixo de comercialização por se tratar de produtos orgânicos. Por isso, acabo vendendo meus produtos com o preço dos convencionais. Essa situação vai mudar com a chegada do PAA, que trará preço justo”.

 Como se cadastrar – Além de Paty e Miguel Pereira, o Banco de Alimentos do Médio Paraíba vai atender instituições dos municípios de Paraíba do Sul, Vassouras, Pinheiral, Rio das Flores, Três Rios, Areal, Comendador Levy Gasparian, Engenheiro Paulo de Frontin, Piraí, Mendes, Valença, Volta Redonda, Porto Real, Quatis, Resende, Itatiaia e Barra Mansa. Os interessados em se cadastrar devem encaminhar ofício à Presidência da Ceasa-RJ com cópia do CNPJ; Ata de criação da instituição com os dirigentes; relatório das atividades desenvolvidas com público beneficiado, número de assistidos e faixa etária; comprovante de endereço; RG e CPF do presidente e outro responsável pela instituição; alvará de funcionamento; e certificado de inscrição em Conselho de Direito (Conselho Municipal, Estadual ou Nacional de Assistência Social, Criança e Adolescente, Idoso ou outro condizente com a atividade). Mais informações pelo telefone 2333-8228.

Ascom Secretaria de Estado de Desenvolvimento Regional 

Felipe Peixoto

Durante seus mandatos, Felipe aprovou mais de 100 leis e presidiu importantes Comissões, como a do Foro e Laudêmio e a da Linha 3 do Metrô. Como Secretário de Estado, Felipe foi responsável por inúmeras realizações e projetos que beneficiaram todas as regiões do RJ. 

 Leia mais sobre Felipe

Share on facebook
Facebook
Share on linkedin
LinkedIn
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • Palavra-Chave

  • Tipo

  • Tema

  • Ano

  • Cargo

TALVEZ VOCÊ GOSTE TAMBÉM