Solenidade marcou a posse da primeira diretoria da entidade. Evento ocorreu no dia do aniversário de Oscar Niemeyer em uma homenagem ao arquiteto.

Tomou posse no dia 15, na Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj), a primeira diretoria do Conselho de Arquitetura e Urbanismo do Rio de Janeiro (CAU-RJ). A data foi escolhida em homenagem ao aniversário de 104 anos do arquiteto Oscar Niemeyer, patrono da entidade. O deputado e secretário de Estado de Desenvolvimento Regional, Felipe Peixoto, esteve presente na solenidade acompanhado do subsecretário da pasta e atual presidente do núcleo Regional Leste Metropolitano do Instituto dos Arquitetos do Brasil, Carlos Krykhtine.

Sydnei Menezes foi apresentado como o primeiro presidente do órgão que possui 26 membros. O CAU foi criado através da lei federal 12.378, sancionada pelo ex-presidente Lula em 31 de dezembro de 2010. A medida marcou a saída da classe do Conselho Regional de Engenharia, Arquitetura e Agronomia (Crea). A principal atribuição da entidade, que somente no Estado do Rio reúne cerca de 20 mil arquitetos e urbanistas, será a de acompanhar, fiscalizar e normatizar o exercício da profissão.

Por 50 anos, a categoria reivindicou um conselho próprio. Os arquitetos estavam descontentes com a perda de suas atribuições em função de uma competição por espaço na antiga entidade.

“O Crea possui cerca de 150 profissões associadas. É o maior pacto profissional do mundo. Agora, com o Conselho de Arquitetura e Urbanismo, podemos contar com diretrizes específicas para atividades do arquiteto”, explica Kriktyne.

“O CAU amplia a representatividade da categoria e obriga os órgãos públicos a contratarem arquitetos para elaboração de projetos de edificação e urbanismo. É não só uma conquista da classe, mas também uma garantia para a população de profissionais qualificados dentro das instituições públicas”, afirma o deputado Felipe Peixoto.

Também compareceram à solenidade o presidente do CAU-Brasil, Haroldo Pinheiro, o presidente do Instituto de Arquitetura do Brasil (IAB), Sérgio Magalhães, o presidente da Federação Nacional dos Arquitetos, Jeferson Salazar, e o representante do Crea-RJ, Jaques Sherique, e o arquiteto Paulo Sérgio Niemeyer, neto de Oscar Niemeyer.

Por Carolina Bittencourt

TALVEZ VOCÊ GOSTE TAMBÉM

Deixe uma resposta

12 + quatro =

Fechar Menu