Vai auxiliar os produtores rurais na legalização de tanques para a atividade de aquicultura dentro dos assentamentos rurais.

O secretário de Estado de Desenvolvimento Regional, deputado Felipe Peixoto, esteve nesta segunda-feira (15/08) no município de Carapebus e se encontrou com o prefeito Amaro Fernandes e autoridades locais. Durante a visita, Peixoto se comprometeu a auxiliar os produtores rurais na legalização de tanques para a atividade de aquicultura dentro dos assentamentos rurais.

O secretário encaminhará os técnicos da Fundação Instituto de Pesca do Estado do Rio de Janeiro (Fiperj) para realizar a demarcação dos tanques e interceder junto ao Inea para a liberação das licenças ambientais. A Fiperj também será responsável por emitir a Declaração de Aptidão do Pronaf (DAP) entre as famílias rurais cadastradas no projeto.

“Convido nosso secretário Felipe Peixoto para colaborar com a ação da prefeitura de dar apoio para as nossas famílias assentadas, buscando dar condições para essas pessoas trabalharem”, afirmou o prefeito.

“Quando fiz a minha primeira visita à região Norte do Estado encontrei aqui em Carapebus um forte potencial para o cultivo de peixes e quero trazer essa experiência para a cidade, oferecendo mais essa fonte de renda para a população local.”, garantiu Felipe Peixoto.

Em Campos, Felipe Peixoto encontra novo reitor da Uenf

Felipe Peixoto esteve também em Campos para conhecer o novo reitor da Universidade Estadual do Norte Fluminense (Uenf), Silvério de Paiva Freitas, e reafirmar o interesse em estabelecer um convênio de cooperação técnica e científica entre a instituição e a Secretaria de Estado de Desenvolvimento Regional, Abastecimento e Pesca.

Para o secretário de Estado, a parceria vai permitir à Secretaria elaborar estudos e projetos voltados para o desenvolvimento sustentável do interior do Estado, principalmente as regiões Norte e Noroeste Fluminense.

A expectativa é produzir um Plano Estratégico Territorial como o que está sendo feito para os municípios do Leste Fluminense. O trabalho visa minimizar os impactos causados pelos investimentos no setor de petróleo na região e por novos empreendimentos como Porto do Açu e a zona industrial de Barra do Furado.

Além disso, a Uenf possui em parceria com a Fiperj um centro de pesquisa em aquicultura que o secretário pretende reativar.

“As regiões Norte e Noroeste hoje são muito promissoras devido aos novos empreendimentos que chegam. A parceria com Uenf será fundamental na realização de nossas ações no local, assim como a difusão da aquicultura no estado”, avalia o secretário Felipe Peixoto.

Por Carolina Bittencourt

TALVEZ VOCÊ GOSTE TAMBÉM

Deixe uma resposta

15 − um =

Fechar Menu