fbpx

Ceasa-RJ promove doação de alimentos para a APAE Niterói

400 kg de alimentos foram doados pelo Banco de Alimentos

Os 400 kg de alimentos, entre pescados e hortifrutigranjeiros, que o Banco de Alimentos da CEASA-RJ doou para a Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (APAE) de Niterói vão contribuir para a alimentação de 270 alunos, entre crianças e adultos, atendidos pela instituição. Em visita, nesta quarta-feira, dia 30 de maio, à sede da associação no Centro de Niterói, os operadores do Banco de Alimentos entregaram as doações em mãos para a vice-presidente Norma Pires, que revelou o momento difícil que a instituição vem passando nos últimos meses com problemas financeiros, gerando dificuldades estruturais. “Essa ajuda veio em um grande momento. Independente de qualquer situação difícil que estamos passando, sempre precisamos de apoio. Ainda não sabemos quando essa crise vai acabar e como será o prejuízo. Alem de alimentarmos os alunos, temos contas a pagar.”, ressaltou Norma Pires, que mantém 108 funcionários, entre médicos, cozinheiros, professores e assistentes sociais.

 De acordo com informações da instituição, a APAE atua na cidade há 46 anos, sendo uma associação civil, filantrópica, de caráter assistencial, educacional, cultural e de saúde, sem fins lucrativos, de apoio e inclusão aos portadores de deficiências mentais. Atualmente, a instituição sobrevive do repasse federal do Sistema Único de Saúde (SUS) e com a contribuição mensal ou anual de associados.

 Os alimentos foram repassados para o Banco de Alimentos por produtores e comerciantes da Unidade Grande Rio e pela Associação dos Pregoeiros de Pescados e Afins do Estado do Rio de Janeiro (APPAERJ). No Banco de Alimentos as doações passaram por um processo de seleção e processamento. De acordo com o presidente da CEASA-RJ, Leonardo Brandão, a APAE já é beneficiária das doações do Banco de Alimentos, porém, diante da atual crise financeira que enfrenta, a empresa decidiu por reforçar a quantidade e a regularidade das entregas. “Por orientação do secretário de Estado de Desenvolvimento Regional, Abastecimento e Pesca, deputado Felipe Peixoto, recolhemos esses alimentos em caráter de urgência com os comerciantes e repassamos para a APAE. Não podemos conceber a possibilidade da interrupção das atividades por falta de recursos”, salientou Brandão.

 Projeto lançado em maio de 2011, o Banco de Alimentos da CEASA-RJ tem o objetivo de fortalecer as políticas de segurança alimentar e nutricional, além de combater a fome. A Central de Abastecimento já tem cerca de cem entidades cadastradas no projeto social. O intuito é recolher alimentos fora do padrão de comercialização, mas em perfeitas condições de consumo Dentre as instituições cadastradas estão creches, abrigos, asilos e hospitais, melhorando a saúde e a qualidade de vida desses indivíduos.

Ascom Ceasa-RJ

Felipe Peixoto

Durante seus mandatos, Felipe aprovou mais de 100 leis e presidiu importantes Comissões, como a do Foro e Laudêmio e a da Linha 3 do Metrô. Como Secretário de Estado, Felipe foi responsável por inúmeras realizações e projetos que beneficiaram todas as regiões do RJ. 

 Leia mais sobre Felipe

Share on facebook
Facebook
Share on linkedin
LinkedIn
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • Palavra-Chave

  • Tipo

  • Tema

  • Ano

  • Cargo

TALVEZ VOCÊ GOSTE TAMBÉM