Em 2011, Felipe Peixoto assumiu a recém-criada Sedrap – Secretaria de Estado de Desenvolvimento Regional, Abastecimento e Pesca, e também a Ceasa-RJ – Centrais de Abastecimento do Estado do Rio de Janeiro.

Adepto do pensamento sustentável – amparado pelos três pilares: econômico, social e ambiental -, Felipe não só estabeleceu uma gestão administrativa eficiente na Ceasa-RJ como implantou o projeto piloto do Banco de Alimentos na unidade Grande Rio, em Irajá. O programa contra o desperdício e de combate à fome consiste na doação de produtos fora das condições ideais para a comercialização, mas próprios para o consumo humano. As frutas, legumes e verduras passam por um processo de seleção e armazenamento antes da distribuição a instituições sociais cadastradas.

Em 2014, o Banco de Alimentos da Ceasa-RJ foi ampliado para os outros cinco mercados do órgão: São Gonçalo, Região Serrana (Nova Friburgo), Médio Paraíba (Paty do Alferes), Norte Fluminense (São José de Ubá) e Noroeste Fluminense (Itaocara), passando a beneficiar mais de 40 mil pessoas de cerca de 250 instituições sociais e comunidades pacificadas do Rio.

Fomento à agricultura familiar
A ampliação foi possível por meio de editais do Ministério do Desenvolvimento Social e de Combate à Fome (MDS) que possibilitaram à Ceasa executar o Programa de Aquisição de Alimentos (PAA). Com isso, além de ampliar o banco, a medida permitiu a compra de alimentos de cerca de 800 produtores cadastrados, fomentando a agricultura familiar.

Mais informações

Unidade Público Atendido Doação de Alimentos
Itacoara 13 entidades / 1434 pessoas 2124 kg
Nova Friburgo 12 entidades / 2590 pessoas 3745 kg
Paty do Alferes 07 entidades / 1381 pessoas 1996 kg
Rio de Janeiro 64 entidades / 10536 pessoas 14336,5 kg
São Gonçalo 52 entidades / 9326 pessoas 12476 kg
São José de Ubá 11 entidades / 2139 pessoas 2805,5 kg

Notícias publicadas

Share on facebook
Facebook
Share on linkedin
LinkedIn
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

Felipe Peixoto

Durante seus mandatos, Felipe aprovou mais de 100 leis e presidiu importantes Comissões, como a do Foro e Laudêmio e a da Linha 3 do Metrô. Como Secretário de Estado, Felipe foi responsável por inúmeras realizações e projetos que beneficiaram todas as regiões do RJ. 

 Leia mais sobre Felipe

Fechar Menu