Nesta terça, 19/02, Felipe participou de uma audiência pública promovida pela Prefeitura de Niterói para discutir a alteração da lei 2621/2008 de sua autoria, que institui a Área de Proteção Ambiental (APA) e prevê a criação do Parque Água Escondida. 

A Prefeitura entendeu que a ideia de criação do Parque é, realmente, interessante. Mas dois detalhes na proposta apresentada hoje lhe causaram preocupação, o que ele expôs na reunião. O primeiro é o de retirar do projeto da APA uma parte do Bairro de Fátima, área muito sensível a ocupações irregulares. O segundo é alterar o nome do Parque. Isso porque “Água Escondida” foi fruto de uma construção coletiva de dois anos, até a elaboração da lei, quando foi realizado cinco audiências públicas, diversas reuniões semanais e algumas visitas técnicas. 

Felipe segue na defesa de que esses dois detalhes sejam mantidos, esperando a sensibilidade dos responsáveis por isso. Mesmo com essas ressalvas, ele destaca que é preciso parabenizar a Prefeitura pela iniciativa de dar continuidade ao seu projeto de transformação do parque, como previsto na lei há 10 anos, com sua implementação efetiva na cidade, mostrando que acima de partidos políticos estão os interesses da população.

Deixe uma resposta

Fechar Menu