Segurança, educação, saúde e emprego são prioridades

 

Melhorias nas áreas de segurança, mobilidade, saúde, educação e emprego estão entre as prioridades do ex-deputado Felipe Peixoto (PSD), em campanha por uma nova cadeira na Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj). Com uma trajetória política de 30 anos e a experiência de três mandatos de vereador em Niterói e um de deputado estadual, além de ter comandado duas secretarias de Estado, Felipe tem projetos que beneficiam todo o Rio de Janeiro, como a luta para que as audiências públicas sejam realmente usadas como instrumento de participação e mobilização popular. As propostas foram definidas com base em visitas que ele vem fazendo pelo estado. 

– Tenho projetos para todas as áreas, e a ideia é investir firme na recuperação econômica do nosso estado para a retomada da oferta de postos de trabalho. Um dos caminhos é a retomada do Comperj com a recuperação da indústria naval. Defendo também a educação em horário integral, com o fortalecimento das escolas técnicas para a formação de mão de obra qualificada e políticas voltadas para os jovens, associadas à educação, ao esporte e ao emprego. Uma de minhas propostas é investir no programa Escola Aberta, integrando a escola com as comunidades em ações educacionais, esportivas e culturais nos fins de semana e férias escolares – adianta Felipe.

Outro segmento que merece a atenção de Felipe é a mobilidade. O candidato tem projetos para melhorar a qualidade de vida da população no percurso casa-trabalho-casa, como a licitação das linhas intermunicipais de ônibus; a criação da linha Niterói-Barra da Tijuca; implantação da linha 3 do Metrô (Niterói/São Gonçalo/Itaboraí), extensão da linha 2 do Metrô Carioca à Praça XV; o uso do bilhete único intermunicipal nas barcas Charitas-Praça XV e Praça XV-Charitas; e a elaboração do Plano Estadual Cicloviário para a integração entre os municípios.

Mobilidade – Felipe assegura que, para a mobilidade urbana de Niterói e São Gonçalo, é imprescindível a duplicação da rodovia RJ-100 e a recuperação das rodovias RJ-104 e RJ-106. “Especificamente para a Região Metropolitana, lutarei pela urbanização da Baixada Fluminense e de São Gonçalo e saneamento das cidades no entorno da Baía de Guanabara. É inadmissível que, em pleno século XXI, municípios vivam sem esgotamento sanitário”, questionou Peixoto, já na reta final da campanha. O ex-deputado quer implantar ainda uma política eficaz de resíduos sólidos incentivando a criação da Agência Metropolitana e do fundo de desenvolvimento metropolitano.

Meio ambiente – Nesse setor, há propostas diferenciadas, como a luta pelo resgate da balneabilidade das praias da Baía de Guanabara e o saneamento das bacias contribuintes da Baía de Guanabara, com a preservação das lagoas da região e incentivos à preservação ambiental, com a ampliação do ICMS Verde. Na saúde, Felipe vai desenvolver ações em prol da transparência no sistema de regulação e na fiscalização dos contratos e do Plano de Cargos e Salários dos servidores da área, trabalhando para a implantação do Centro de Imagens do Leste Fluminense em Niterói e a expansão da saúde básica para as comunidades.

Conhecendo detalhadamente as necessidades de São Gonçalo e Niterói, onde vive, Felipe quer tirar do papel o projeto da Cidade da Pesca em São Gonçalo. Ainda para o município, ele vai propor dragagem do acesso ao litoral de São Gonçalo; urbanização, saneamento, implantação de caixa postal e agência comunitária de Correios em áreas com dificuldade para entrega de correspondência; a implantação de terminais de integração de ônibus intermunicipais nas rodovias RJ-104 e RJ-106, e de uma maternidade pública na cidade. Em Niterói, o candidato tem projetos específicos como a dragagem do canal de São Lourenço, a implantação do Bosque Lagunar de Itaipu e a retomada das obras de recuperação do Sistema Lagunar Itaipu-Piratininga e o retorno do policiamento comunitário.

 

Cenário político – Para Felipe, com tantos escândalos de corrupção, é natural que o eleitorado perca a confiança na classe política, mas é necessário que se esclareça que existem pessoas que estão na vida pública e nunca participaram de qualquer esquema.

– Graças a Deus, eu estou entre essas pessoas. Me interessei pela política ainda criança, atraído pela oportunidade de construir algo melhor para a sociedade, e é esse o ideal que me move até hoje. Eu acredito ser possível fazer uma política diferente para fazer a diferença no nosso estado e país. É imprescindível o voto com consciência, que conheçamos a trajetória dos candidatos antes de fazer a escolha. Só assim conseguiremos mudar esse triste cenário na política nacional – conclama Felipe.

 

 

Deixe uma resposta

17 + cinco =

Fechar Menu