Felipe Peixoto grava programa eleitoral na Zona Norte e faz reuniões na Região Oceânica

O candidato a prefeito pelo PSB, Felipe Peixoto, iniciou a agenda desta sexta-feira, 14, com reuniões internas, dedicando toda a tarde a mais uma gravação do programa eleitoral, dessa vez, no Horto do Barreto, Zona Norte da cidade, de onde seguiu para a Região Oceânica. Com o vice Antônio Rayol (PSDB), o vereador reeleito Bruno Lessa (também do PSDB) e os correligionários Marco Botelho e Alexandre Inácio, Felipe fez reuniões com comerciantes e moradores, falando mais uma vez de suas propostas, como as voltadas para segurança, saúde, mobilidade e conservação de espaços públicos.

No Horto do Barreto mal conservado e com poucas opções de lazer e cultura, o candidato falou com moradores que vai realizar uma série de melhorias no bairro, com reflexos positivos para a Zona Norte. Entre as propostas para a região estão a revitalização do próprio horto; a recuperação do Hospital Municipal Orêncio de Freitas, que está desativado; a construção de um binário na Rua Dr. March, em parceria com a Prefeitura de São Gonçalo e o Governo do Estado; e a implantação de um corredor do BRT. Entre os projetos da área de segurança, prioridade em seu Programa de Governo que tem mais de 200 propostas, Felipe disse que vai lutar pela reativação da 80ª DP, do Barreto.

– Precisamos resgatar a delegacia aqui da área. E vamos também implantar o Niterói Presente, trazendo para a cidade esse modelo que deu certo no Rio. De forma emergencial, vamos dobrar o efetivo de policiais patrulhando as ruas com a retomada do Proeis, além de investir na nossa Guarda Municipal, com treinamento e preparo para coibir pequenos delitos. Outra proposta urgente é instalar iluminação mais eficiente, de LED, até nas calçadas e pontos de ônibus – lembrou Felipe, que para reforçar as ações de segurança escolheu como vice um delegado da Polícia Federal.

Sobre a conservação pública, Felipe ressaltou a necessidade de uma equipe cuidando das calçadas esburacadas e promovendo a limpeza dos bueiros e canais com frequência, evitando acidente e enchentes. Na conversa com moradores do Barreto, como Sérgio Lima, de 58 anos, o candidato adiantou que vai fazer um estudo sobre os alagamentos na rua próxima ao Colégio Pedro II.

– Aqui quando chove alaga tudo e não temos opção de diversão para a família. Votei no Rodrigo na outra eleição. No início, achei que ele fosse fazer um bom governo, mas ele se limitou a obras faraônicas na Zona Sul e na Região Oceânica, como calçadas de granito em Icaraí e a Transoceânica, que não atendem a toda a população. O máximo que fez foi uma pista de skate no Horto do Fonseca, que nem dá vazão. O Rodrigo não fez uma boa gestão e, hoje, conhecendo melhor as propostas do Felipe, decidi dar a ele meu voto de confiança – disse.

Região Oceânica – Na Região Oceânica, o candidato do PSB, mais uma vez, desmentiu o boato de que, eleito, interromperia as obras da TransOceânica. Felipe voltou a afirmar que vai concluir as obras, mas com readequações, corrigindo erros como os observados na Avenida Seis, onde mal dá para o morador entrar em sua garagem. Também vai implantar uma auditoria para investigar os contratos da obra que está na mira da Lava Jato. A construção foi entregue à empresa Constran, um dos braços da UTC Engenharia do empreiteiro Ricardo Pessoa, condenado e preso na operação e doador das campanhas de Rodrigo Neves desde a época de vereador pelo PT. Além de concluir a obra, Felipe vai ampliar a TransOceânica, levando o corredor de Charitas ao Centro por meio de uma linha de BRS.

DEIXE SEU COMENTÁRIO